36º C
19º C
Figueirópolis
37º C
22º C
Canarana
35º C
21º C
Baús
31º C
23º C
Itaporã
36º C
21º C
Planura
31º C
19º C
Anápolis
35º C
21º C
Bebedouro
35º C
22º C
Osvaldo Cruz
26º C
21º C
Cachoeira do Sul
26º C
21º C
Candelária

A principal matéria-prima do Grandiesel é o óleo de soja, que além de ser produzido pela empresa é o único óleo vegetal com escala (volume e custo) que atende à necessidade da produção industrial (também em escala) do biodiesel. Outras são volumetricamente insignificantes, como por exemplo, o nabo forrageiro e o crambe, ou possuem um custo elevado, como o girassol. Há ainda as que possuem restrições de ordem técnica, como a mamona e o sebo.

O Grandiesel é uma fantástica oportunidade econômica para o país, que tem um gigante potencial agrícola e diversas plantas de esmagamento paradas ou ociosas. Para a Granol, representa uma extensão natural da sua atividade em commodities agrícolas, valorizada pelo riquíssimo benefício ambiental.

Além de utilizarmos o óleo de soja como matéria-prima para a produção do Grandiesel, também reprocessamos o óleo de fritura usado (OFU), resultado de uma Ação de Coleta que fazemos desde 2003 em parceria com prefeituras, supermercados, empresas, hospitais e escolas.

O Grandiesel pode ser o substituto total ou parcial do óleo diesel em motores automotivos movidos a diesel (caminhões, ônibus, tratores e automóveis) ou estacionários (geradores de eletricidade e calor). Ele pode ser usado misturado ao óleo diesel em qualquer proporção sem a necessidade de qualquer alteração mecânica nos atuais motores movidos a diesel. A concentração de biodiesel é informada por meio de uma nomenclatura específica, definida por “BX” (onde “B” significa Blend – mistura em inglês – e “X” refere-se à porcentagem em volume do biodiesel que é misturado ao diesel do petróleo). Assim, B2, B5 e B100 são combustíveis com uma concentração de 2%, 5% e 100% de biodiesel, respectivamente.

Vantagens do Biodiesel

  • Utiliza matéria-prima renovável;
  • É uma cadeia de carbono neutro: As plantas que produzem a matéria-prima do biodiesel capturam todo o CO2 emitido pela queima do biodiesel, neutralizando suas emissões e colaborando para diminuir a poluição e o efeito estufa;
  • Aumenta a vida útil dos motores por ser mais lubrificante;
  • Tem baixo risco de explosão: precisa de uma fonte de calor acima de 150°C para explodir, tornando-o mais seguro e mais fácil de ser transportado e armazenado;
  • Contribui para a geração de empregos no campo;
  • Os cria novos mercados para as oleaginosas e fortalece a produção agrícola nacional.


Granol 2010 - Todos os Direitos Reservados